Curta metragem “Matador de Cachorro” será lançado no final de abril

Produção realizada por grupo de artistas itajaienses terá uma única exibição ao público antes de tentar carreira em festivais

Leonam Nagel é o protagonista do curta metragem itajaiense

A Itajaí Criativa – residência artística realiza, no dia 28 de abril (quarta feira) – 21h, a pré-estreia do curta metragem de ficção “Matador de Cachorro”. Gravado durante a pandemia com recursos advindos do edital 011/2020 – Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, através da Fundação Cultural de Itajaí, contou com a participação de uma equipe de artistas e técnicos de Itajaí.

Com roteiro de Antonio Floriano e estreia na direção de curtas metragens de Max Reinert, o filme conta a história de Leon, atormentado diariamente pelo latido intermitente do cachorro do vizinho. O stress provocado pelos latidos sem fim do animal leva Leon à ideia de matar o cachorro. Entre ele e o cachorro, porém, está dono do cachorro, que tem a fama na vizinhança de um cara mau, inclusive tendo matado um cara na balada. O périplo enfrentado por Leon nos dias seguintes termina de maneira surpreendente.

Leonam Nagel e Sabrina Francez em cena de “Matador de Cachorro”

Tendo Leonam Nagel como protagonista o curta conta ainda com Sabrina Francez, como sua namorada e Lourenço Julião Cardoso Jr como o vizinho antagonista. O elenco se completa com a atuação de Denise da Luz e dos atores Cidval Batista Jr e Leandro Cardoso e a participação da cachorra Dora.  Denise assina ainda o figurino e Leonam a montagem e edição do trabalho. Lenon Cesar é o diretor de fotografia e a captação de som direto foi feita por Jão Madalena. A assistência de produção e maquiagem foi realizada por Matheus Grozewica. Já p tratamento de som e a ambientação sonora foi realizada por Hedra Rockenbarth, única artista convidada de fora da cidade.

Para o roteirista Antonio Floriano, “aos poucos Itajaí começa uma produção de cinema de ficção, aproveitando nossa vocação artística vindas do teatro, da música e da literatura. A esperança é de que em algum momento se possa ter um Fundo Municipal de Cinema para longas metragens de baixo orçamento, o que seria um passo na cadeia cultural para produtos competitivos na indústria criativa do entretenimento com a demanda cada vez mais crescente”.

A pré-estreia vai acontecer através do site Sympla, no dia 28 de abril, às 21h e contará com a participação do elenco para comemorarmos mais esta produção catarinense. A participação é GRATUITA e os ingressos já estão disponíveis.

Para auxiliar a carreira do curta em futuras participações em festivais, existe também a possibilidade de realizar contribuição espontânea no momento da retirada do ingresso.

Sabrina Francez e Leonam Nagel em cena de “Matador de Cachorro”

SERVIÇO

O quê? Pré-estreia do curta metragem “Matador de Cachorro”
Quando? Dia 28 de abril – quarta feira – 21h
Onde? No site Sympla, através de plataforma Zoom
Link? https://www.sympla.com.br/matador-de-cachorro—pre-estreia__1182726
Quanto? GRATUITO – mas você pode fazer contribuição espontânea, se puder
Informações? itajaicriativa@gmail.com
Antonio Floriano – roteirista – 47 99990 1590
Max Reinert – diretor – 48 99948 3578
Leonam Nagel – proponente do projeto – 47 99650 5678

Outubro com atrações online na Ocupação da Itajaí Criativa

Espetáculo teatral Benjamim – filho da felicidade, show musical com Vitor Soltau e exposição de Diego du Sol integram a programação

A programação da Ocupação Itajaí Criativa 2020 continua no mês de outubro. Entre os dias 15 e 24, o público poderá conferir várias atrações online através do canal do YouTube da Téspis Cia. de Teatro, tudo de forma GRATUITA. Neste ano, o formato da Ocupação, projeto da Téspis Cia. de Teatro , está diferente e se adequa às restrições impostas pela pandemia do coronavírus.

obra de Diego du Sol

Na quinta-feira, 15 de outubro, às 20h, será a abertura da exposição Occhiolism, do artista itajaiense Diego du Sol através um tour virtual pelas obras. Na sequência, o também artista de Itajaí, Vitor Soltau, apresenta-se em um show contemporâneo, com repertório variado que abraçará gêneros como MPB, hip hop e pop, acompanhado do músico Lenon Cesar.

Soltau se mostra animado com a apresentação: “Esse é um dos trabalhos mais lindos e especiais que já produzi. Tem sido uma experiência incrível produzir esse show, ele fala muito sobre mim, minhas referências e a forma como vejo o mundo. Com tudo que tem acontecido com o nosso planeta, é importante falarmos sobre afeto e humanidade. O show propõe esse diálogo.

Vitor Soltau, foto de Lenon Cesar

Já nos dias 23 e 24, o espetáculo teatral “Benjamim – filho da felicidade”, com a Cia Artística Cobaia Cênica, de Rio do Sul, marca a programação. O monólogo é uma história contada através do encontro entre ator e público, e leva à cena sentimentos e os caminhos que os misturam às transformações que passamos. O texto que origina o espetáculo foi construído a partir de vivências retiradas de um questionário respondido por pessoas de várias idades. O que os fazem felizes? Quais os momentos mais felizes das suas vidas? Como foram suas paixões? Foram algumas perguntas feitas aos entrevistados.

O ator Thiago Becker comenta que “adaptar o espetáculo para o formato virtual foi um grande desafio, principalmente porque o Benjamim é uma grande brincadeira entre ator e plateia. Sem ela o jogo não existe, então optamos em gravar o espetáculo com público reduzido, respeitando os protocolos de segurança da OMS, e incluímos câmeras como sendo o olhar dos espectadores, para quem está assistindo de casa se sentir incluído nessa experiência.

Thiago Becker em cena de Benjamim, foto de Karoline Zambon

A programação completa da Ocupação está disponível no site da Itajaí Criativa– residência artística.  O projeto Ocupação Itajaí Criativa – 2020 é uma realização da Téspis Cia. de Teatro, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Prefeitura de ItajaíFundação Cultural de Itajaí, renúncia fiscal da APM Terminals  e apoio da Procave Empreendimentos.

Serviço:

Toda a programação será disponibilizada no Canal de YouTube da Téspis Cia. De Teatro

O que:
Abertura da Exposição: “Occhiolism”, de Diego du Sol, de Itajaí, SC
Quando: 15/10 – quinta – 20h

O que:
Show musical: Vitor Soltau, de Itajaí, SC
Quando: 15/10 – quinta – 20h

O que:
Espetáculo de Teatro: “Benjamim – filho da felicidade” com Cobaia Cênica, de Rio do Sul, SC
Quando: 23 e 24/10 – sexta e sábado – 20h

Mais informações:
www.itajaicriativa.com.br
Produção 47 9990-1516 (Denise da Luz)
Assessoria de Imprensa 47 9 96549105 (Camila Gonçalves)

Show musical, espetáculo teatral e exposição abrem a OCUPAÇÃO ITAJAÍ CRIATIVA 2020

A programação gratuita do Ocupação Itajaí Criativa 2020 inicia em 15 de setembro e será transmitida ao vivo no canal do YouTube da Téspis Cia. de Teatro

Ocupação Itajaí Criativa apresentará, através de transmissões online, uma série de atividades culturais entre setembro e dezembro deste ano. Todas serão disponibilizadas através do canal do YouTube da Téspis Cia. de Teatro (clique para se inscrever e receber as atualizações). Em formato digital nesta edição, devido a pandemia causada pelo coronavírus, as primeiras atrações do Ocupação já foram definidas e são um show de música, uma exposição e um espetáculo de teatro.

A programação inicia em 15 de setembro. Às 20h, haverá a abertura da exposição convidada “As Cores dos Barcos nas Margens do Rio Itajaí-Açú“, de Antonio Floriano. Com um celular, o artista fotografou diferentes detalhes de imagens de barcos durante sua construção ou reparo. O resultado são imagens abstratas que surgem desses enquadramentos. “A foto com telefone celular, na verdade, é a foto da atualidade, da velocidade e no caso dos barcos, da facilidade de se estar a seis metros de altura, num andaime de vinte centímetros, flexionado como numa corda bamba, para se buscar a foto, a luz, a cor. O resultado sempre me alegra, pois há uma fonte inesgotável de beleza, sobre um mesmo tema. Um mesmo corpo.É como compor uma sinfonia com apenas sete notas musicais”, conclui Floriano.

Obra de Antonio Floriano

Após a abertura, a exposição, através do tour virtual pelo espaço da Itajaí Criativa – residência artística, ficará disponível por tempo limitado no site, até 14 de outubro.

Ainda no dia 15 de setembro, haverá um show musical inédito para os internautas. Trata-se do pré-lançamento do EP “Atalaia“, com Felipey (Itajaí/SC). O músico, cantor e compositor, que é natural de São Paulo, mas vem conquistando seu espaço em solos catarinenses nos últimos anos, traz uma apresentação inspirada nas boas vibrações do litoral catarinense. No repertório, músicas de autoria do cantor e quatro faixas inéditas criadas junto do produtor musical Leandro Geum/Estúdio Discojazz.

Já nos dias 26 e 27 de setembro, às 20h, tem o espetáculo teatral Vozes Vivas – história de São João Maria, da Cia. Contacausos – Pesquisa e Narração de Histórias (Chapecó/SC), numa versão online produzida, especialmente, para o Ocupação Itajaí Criativa 2020 e que será seguida de bate papo. O espetáculo é fruto de um trabalho de pesquisa iniciado em 2008, em que narrativas orais sobre São João Maria foram compiladas em comunidades caboclas no oeste catarinense. Essas narrativas mesclam-se com a experiência afetiva da atriz Josiane Geroldi na busca pelas histórias sobre o personagem.

“A impossibilidade de seguirmos nos encontrando presencialmente tem criado vários desafios para os produtores culturais. Como ser interessante nesse período em que há tanta oferta de produções culturais online? Buscamos produzir eventos que sejam inéditos e/ou que apresentem novos formatos às produções anteriores. Dessa forma, as apresentações se tornam momentos únicos que não ficarão disponíveis depois. Ou seja, a presença no dia das apresentações é imprescindível para quem quiser viver esta experiência, comenta Max Reinert, um dos produtores que trabalha no projeto Ocupação Itajaí Criativa 2020.

A programação completa e mais informações também podem ser acessadas no site da Itajaí Criativa – residência artística. O projeto Ocupação Itajaí Criativa – 2020 é uma realização da Téspis Cia. de Teatro, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Prefeitura de ItajaíFundação Cultural de Itajaí, renúncia fiscal da APM Terminals e apoio da Procave Empreendimentos.

Programação completa da Ocupação Itajaí Criativa 2020

A Téspis Cia. de Teatro lança a programação do projeto Ocupação Itajaí Criativa 2020, que vai trazer para o ambiente online uma série de ações de fruição e também formação para a comunidade.

Espetáculos de teatro, shows de música, exposições, oficinas de formação e exibição de curtas metragens integram a programação que uniu atrações convidadas com outras que foram selecionadas através de editais.

A maioria das ações será transmitida pelo canal do youtube da companhia (clic para acessar). As exposições virtuais ficarão disponíveis no site da Itajaí Criativa – residência artística (clic para acessar) e as oficinas serão realizadas através de plataformas de videoconferência.

As participações são todas gratuitas e as inscrições para as oficinas serão abertas em breve.


O Projeto Ocupação Itajaí Criativa – 2020 é uma realização da Téspis Cia. de Teatro​, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Prefeitura de Itajaí, Fundação Cultural de Itajaí​, renúncia fiscal da APM Terminals e apoio da Procave Empreendimentos.

Então, coloque na sua agenda e venha dividir conosco estes momentos!

SETEMBRO
– 15/09 – terça – 20h
Abertura da exposição convidada
“As Cores dos Barcos nas Margens do Rio Itajaí-Açú” de Antônio Floriano, de Itajaí, SC
As fotos, realizadas com aparelho celular, destacam detalhes dos barcos sendo construídos e sua riqueza de cores e abstrações criadas em frequente transformação. Eternizam momentos fugazes através da captura digital dessas criaturas marítimas.
Diz, Floriano, “Faz tempo que fotografo a construção de barcos de pesca de madeira nessas duas ribeiras de Itajaí e Navegantes. Publiquei, há muito tempo, um livro das carpintarias da ribeira. Nele, a forma dos barcos, sua montagem, suas cavernas, a luz e a sombra, muito me interessavam. Por ser de família de carpinteiros, e passeando nessas margens, desde criança, a intimidade dos cheiros, dos sons, da ambiência dos estaleiros são meu conforto. O barco é um animal sem patas.”
***a exposição ficará disponível até 14 de outubro

fotografia de Antonio Floriano


– 15/09 – terça – 20h
Show musical de abertura
“Atalaia”, com Felipey, de Itajaí, SC
O repertório do show é inspirado nas boas vibrações do litoral catarinense, onde Felipey vem conquistando destaque na cena local, com apresentações que misturam estilos como rock, reggae, hiphop e MPB. Somente em 2019, encerrou o ano com mais de 120 apresentações em cidades de SC, PR e SP.
Neste pré-lançamento, Felipey mostra, entre outras músicas de sua autoria, 04 faixas inéditas criadas junto do produtor musical Leandro Geum / Estudio Discojazz.

Felipey


– 26 e 27/09 – sábado e domingo – 20h
Espetáculo de teatro
“Vozes Vivas – histórias de São João Maria”, com a Cia. Contacausos, de Chapecó, SC
São João Maria foi um monge andarilho que andou pela terra dizendo as verdades do mundo. Tudo que ele falava o povo guardou por lembrança e é uma memória viva deles. Segundo o caboclo “ no tempo d’antes só tinha São João Maria pra acreditar”. ​
O espetáculo é fruto do trabalho de pesquisa com narrativas orais compiladas em comunidades caboclas no oeste catarinense, essas narrativas mesclam-se com a experiência afetiva da atriz Josiane Geroldi na busca pelas histórias sobre este personagem.

Josiane Geroldi em cena de “Vozes Vivas – histórias de São João Maria”


OUTUBRO
– 01, 02, 03 e 04/10 – de quinta a domingo
Oficina
“Iluminação Cênica” com Flávio Andrade, de Joinville, SC
Oficina dirigida à jovens e adultos trabalhadores da cultura, para atender necessidade profissional da área de bastidores do espetáculo.
Proporcionar a aproximação com habilidades técnicas (desde o reconhecimento da estrutura elétrica até a confecção de mapas e a operação) e conhecimentos avançados na manutenção de equipamentos e criação artística para o ofício do iluminador cênico
(desde a história da iluminação no espetáculo até novas tecnologias na área), visando capacitação inicial de mão de obra para atendimento de diversificadas áreas artísticas (teatro, dança, circo, música, cinema, fotografia, arquitetura e artes visuais).
***em breve abriremos as inscrições

Flávio Andrade


– 15/10 – quinta – 20h
Abertura da Exposição
“Occhiolism”, de Diego duSol, de Itajaí, SC
“A consciência da pequenez de sua perspectiva, pela qual você não poderia tirar quaisquer conclusões significativas sobre o mundo ou o passado ou as complexidades da cultura, poque embora sua vida seja uma anedota épica e irrepetível, ela ainda tem apenas uma amostra, uma chance de faze-la e depois torna-se apenas lembranças.”
***a exposição ficará disponível até 15 de novembro

obra de Diego duSol


– 15/10 – quinta – 20h
Show musical
Vitor Soltau, de Itajaí, SC
Um show que se encontra no contemporâneo e dialoga com a nova forma de produzir música, utilizando computadores e misturando com elementos orgânicos.
Com uma estética que passa pela MPB e, vai desde o lo-fi hip hop até o pop, Vitor Soltau apresenta um show cuja proposta estética de é dialogar com o seu tempo através de canções que falam de amor, carinho e cuidado, utilizando ferramentas modernas para o diálogo.
Acompanhado do músico Lenon Cesar, o duo cria um ambiente sonoro e visual repleto de força, contemporaneidade e sensibilidade.

Vitor Soltau


– 23 e 24/10 – sexta e sábado – 20h
Espetáculo de Teatro
“Benjamim – Filho da Felicidade” com Cobaia Cênica, de Rio do Sul, SC
O espetáculo leva à cena muitos sentimentos e os caminhos que os misturam às transformações que passamos. Um monólogo composto de sonhos, desafios, objetivos e detalhes que compõem e determinam a vida. É uma história contada através do encontro entre ator e público. Uma história de encontros.
“Benjamim – filho da felicidade” vem do que é mais comum do ser humano, contar uma história. O texto é uma costura de vivências pessoais, retiradas de um questionário feito a pessoas de diversas idades. Idosos, crianças e adultos, foram perguntados: o que os fazem felizes? Quais os momentos mais felizes das suas vidas? Como foram suas paixões? E assim nasceu a dramaturgia.

Thiago Becker em cena de Benjamim – Filho da Felicidade


NOVEMBRO
– 05, 06, 07 e 08/11 – de quinta a domingo
Oficina
“Ambientação cênico/sonora ao vivo – o técnico operador como performer” com Hedra Rockenbach, de Florianópolis, SC
É possível uma relação não hierárquica entre ambiente e obra?? É possível identificar o operador como performer?? É possível esse agente dialogar com a obra ajudando a construí-la?? É possível criar uma fluidez entre equipamentos, operador e obra a ponto de considerá-los como uma coisa só??
Para dividir essas reflexões com profissionais que praticam a criação / operação de som e luz proponho algumas atividades que possam identificar e ampliar o trânsito entre operador e obra
***em breve abriremos as inscrições

Hedra Rockenbach

– 16/11 – segunda – 20h
Abertura da exposição
“Creations of Mind”, de Fernanda Dreger, de Balneário Camboriú, SC
“Criações da Mente” pretende levar ao expectador cores, formas e sensações, através de um grupo de imagens. A falta de um título específico para cada obra, se dá ao fato de que a autora pretende que cada olhar seja interpretado de uma forma diferente, com uma sensação individual de cada observador. Para que cada olhar tenha o seu sentimento próprio. Que cada um possa sentir livremente, sem rótulos.
***a exposição ficará disponível até 15 de novembro

obra de Fernanda Dreger

– 16/11 – segunda – 20h
Mostra de Curtas Metragens Catarinenses
Uma seleção de filmes em curta metragem, selecionados através de edital, que tem em comum ter sido produzidos por artistas catarinenses. Integram a mostra “Licença Poética” e “Anas” de Ilaine Melo (Joinville, SC), O Travesseiro de Penas de Jefferson Bittencourt (Florianópolis, SC) e “Cuida de Mim” de Liziane Bortolatto.
*** após a exibição, os filmes ficarão disponíveis por uma semana para visualização.

– 27 e 28/11 – sexta e sábado – 20h
Performance de Teatro
“Homens Pink” com a Cia. La Vaca, de Florianópolis, SC
Tendo como disparador a tomada de consciência do artista Renato Turnes sobre a passagem do tempo e de como ela infringe gradual e compulsoriamente certa invisibilização aos homens gays, Homens Pink é criado a partir das memórias de nove homens gays idosos. Ao
abordar envelhecimento e sexualidade, Homens Pink procura mostrar a relação com o tempo através do olhar destes homens.
“Sinto que existe na própria comunidade certa ausência de reverência, de memória e de respeito em relação a quem veio antes e abriu os caminhos para o pensamento identitário”, afirma Turnes.

Renato Turnes em cena
Programação completa do projeto Ocupação Itajaí Criativa 2020, produzido pela Téspis Cia. de Teatro e patrocinado pela Prefeitura de Itajaí, Fundação Cultural de Itajaí através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, com renúncia fiscal da APM Terminals e apoio da Procave Empreendimentos.

Selecionados para o Ocupação Itajaí Criativa 2020

A Téspis Cia. de Teatro apresenta os projetos selecionados, através de edital, para participar da programação do projeto Ocupação Itajaí Criativa 2020

Felipey – uma das atrações selecionadas para a edição 2020

De 17 a 30 de agosto, estiveram abertas as inscrições para artistas visuais, músicos e produtores de curtas metragens proporem ações dentro do projeto Ocupação Itajaí Criativa 2020, que nesta edição irá acontecer de forma completamente virtual.

Dentro dos projetos inscritos, os integrantes da Téspis Cia. de Teatro, promotora do evento, reuniram-se para selecionar quais deles se adequavam às possibilidades e necessidades desta programação.

Dessa forma, foram selecionados os seguintes projetos:

Curtas metragens:
Licença Poética – direção Ilaine Melo
Anas – direção Ilaine Melo
O Travesseiro de Penas – direção Jefferson Bittencourt
Cuida de Mim – direção Liziane Bortollato

Shows musicais:
Vitor Soltau
Felipey

Exposição de artes visuais:
Occhiolism – de Diego duSol
Creations of Mind – de Fernanda Dreger

Intensidade – diptico – técnica mista sobre tela – obra de Diego duSol

Em breve estaremos divulgando a programação completa do projeto Ocupação Itajaí Criativa 2020 em nossas redes sociais(@tespisteatro e @itajaicriativa no instragram). Enquanto isso, aproveite para se inscrever em nosso canal no Youtube.

SOBRE O OCUPAÇÃO ITAJAÍ CRIATIVA 2020
O Projeto Ocupação Itajaí Criativa – 2020 é uma realização da Téspis Cia. de Teatro​, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Prefeitura de ItajaíFundação Cultural de Itajaí​, renúncia fiscal da APM Terminals Brasil e apoio da Procave Investimentos e Incorporações.

Aluna de teatro do Arte nos Bairros (Itajaí Criativa) participa de série na Netflix

Aluna de teatro do Arte nos Bairros (Itajaí Criativa) participa de série na Netflix

Sofia Veiga estreou na vida artística aos 10 meses de idade. Descoberta por um olheiro, acabou sendo levada a uma agência e em seu primeiro mês já foi aprovada para uma campanha publicitária. Daí em diante, não parou mais. Com três anos fez um teste para o primeiro comercial com fala e foi aprovada.

Nesse comercial contracenou com Michel Teló e foi aí que percebemos que ela tinha uma facilidade com textos e interpretação” – explica a mãe, Kamilla Veiga.

Em 2018, Sofia (05 anos) passou a estudar teatro com Denise da Luz, dentro do programa Arte nos Bairros, na Itajaí Criativa – residência artística. No primeiro ano já conquistou o papel de protagonista, interpretando uma “Lua” da cidade grande cujo grande sonho era conhecer o circo. Em 2019, ela interpretou “Julieta”, numa adaptação da clássica história de Romeu e Julieta para o universo infantil.

Sofia em cena de “Um Circo Cheio de Lua”, ao lado de Manuela Bonelli, também aluna do programa. Foto de Matheus Groszewika

Um curso de teatro, tem o intuito de promover o desenvolvimento pessoal através da arte. Para alguns será uma ferramenta para auxiliar na comunicação, mas para outros, como o caso da Sofia, acaba sendo um lugar de formação na área. E nesse sentido, ela tem aproveitado muito!” – diz Denise da Luz, atriz da Téspis Cia. de Teatro e professora do programa Arte nos Bairros.

Ainda em 2019, houve uma seleção para a série Crisálida: “Sabíamos que seria um novo desafio, porém ela estava determinada a fazer. Ela sempre gostou muito de atuar e modelar e mesmo tão pequena sempre foi muito profissional e determinada. Ela fez o teste para série e foi aprovada, tendo inclusive que aprender libras para interpretar a personagem Lorena”, continua a mãe.

Sofia, de amarelo, junto ao elenco de “Coloridos”, resultado do curso de teatro do programa Arte nos Bairros, em 2019. Foto de Matheus Groszewica.

As aulas do Arte nos Bairros ajudam muito. Sofia pretende continuar a carreira. Ela gosta muito do que faz. Esse ano ela iria se aprofundar um pouco mais nos estudos de teatro, porém com a quarentena tivemos que adiar e enquanto não retornam as atividades ela tem brincado em aplicativos onde consegue criar vídeos e histórias além do seu Instagram onde é bem ativa.” – completa.

Sobre a série:
Lançada no dia 1º de maio na Netflix, “Crisálida”, dirigida por Serginho Melo, é a primeira obra de ficção gravada em libras e português de todo o Brasil. Pioneira ao empregar uma linguagem bilíngue no conteúdo ficcional de entretenimento, a produção catarinense promete modificar a tradicional percepção sobre os surdos, que segundo o IBGE (2010), somam cerca de 9,7 milhões no nosso país. Fruto do Prêmio Catarinense de Cinema, Crisálida é realizada numa parceria entre a Arapy Produções, a Raça Livre Produções e a TVi Televisão e Cinema.

Sobre o programa Arte nos Bairros
Reativado em 2017 pela Fundação Cultural de Itajaí, o Arte nos Bairros oferece gratuitamente oficinas de diversas modalidades culturais em diferentes bairros do município. O programa já atendeu mais de 7,5 mil alunos desde sua então, proporcionando arte, cultura e entretenimento de qualidade às comunidades de Itajaí.

A Itajaí Criativa – residência artística é um dos polos onde se realizam as aulas. Neste local, foram selecionados por edital, os professores Denise da Luz e Max Reinert, que ministram aulas de iniciação ao Teatro para crianças e adultos.

foto divulgação

Itajaí Criativa recebe cinco turmas de teatro do programa Artes nos Bairros

Encerramento da turma de crianças do projeto Arte nos Bairros em 2019 – ministrante Denise da Luz – foto by Max Reinert

O programa Arte nos Bairros, da Fundação Cultural de Itajaí, oferece, a partir de 09 de março, 26 cursos de artes e artesanato diferentes em 70 polos da cidade. E a Itajaí Criativa – residência artística é um dos locais escolhidos para receber esta programação.

Em nosso espaço serão abertas 100 vagas, distribuídas em 05 turmas com 20 vagas cada. Os cursos de Iniciação ao Teatro acontecem de março a novembro e são oferecidos gratuitamente para a população.

Para participar, os interessados devem comparecer à Itajaí Criativa – residência artística, no dia do curso de seu interesse, munido de documento de identificação, 15 minutos antes do início de cada aula (crianças devem estar acompanhadas do responsável). As vagas serão preenchidas por ordem de chegada e caso haja lotação, será aberta uma lista de espera.

Os cursos acontecem nos seguintes dias e horários:

Terças feiras – das 14h30 às 16h30
Ministrante Denise da Luz – a partir de 14 anos
início dia 10 de março

Terças feiras – das 19h às 21h
Ministrante Max Reinert – a partir de 17 anos
início dia 10 de março

Quartas feiras – das 9h30 às 11h30
Ministrante Denise da Luz De 08 a 13 anos
início dia 11 de março

Quartas feiras – das 14h30 às 16h30
Ministrante Denise da Luz – de 08 a 13 anos
início dia 11 de março

Quartas feiras – das 19h às 21h
Ministrante Max Reinert – a partir de 17 anos
início dia 11 de março

Entrega de certificados da turma de adultos de 2019 – ministrante Max Reinert – foto Jônata Gonçalves

Sobre os ministrantes
Denise da Luz e Max Reinert são integrantes e fundadores da Téspis Cia. de Teatro, uma das mais atuantes companhias de teatro de Santa Catarina, fundada em 1993. Em sua trajetória a Téspis montou espetáculos, realizou uma série de trabalhos institucionais e dirigiu produções para outros grupos teatrais e musicais. Com estes espetáculos, além de temporadas e circuitos, a Téspis participou de vários festivais nacionais e internacionais no Brasil e exterior, levando seus espetáculos a teatros, escolas, centros comunitários e outros espaços. Já se apresentou em Portugal, Venezuela, Chile, Paraguai Argentina, conquistando mais de quarenta prêmios dentre outras inúmeras indicações.

Sobre o Arte nos Bairros
Reativado em 2017 pela Fundação Cultural de Itajaí, o Arte nos Bairros oferece gratuitamente oficinas de diversas modalidades culturais em diferentes bairros do município. O programa já atendeu mais de 7,5 mil alunos desde sua reativação, proporcionando arte, cultura e entretenimento de qualidade às comunidades de Itajaí.

Para mais informações sobre o programa, clique aqui!
Para mais informações sobre o curso e/ou vagas na Itajaí Criativa, entre em contato pelos telefones / whatsapp:
com Denise da Luz (47 999 901 516) ou Max Reinert (49 999 483 578)

Programação de dezembro da Itajaí Criativa

A programação de dezembro da Itajaí Criativa já está disponível! Agende-se e venha se despedir desse ano cheio de reviravoltas conosco. As atrações são gratuitas!

Ocupação Andrew.png
07/12 – sexta – 20h30

Projeto Ocupação Itajaí Criativa
Leitura encenada “Devastidão” de Andrew Knoll
com Denise da Luz, Mariana Feitosa e Sabrina Antunes Francez
Sinopse: Vozes que contam uma vida. Vidas que se cruzam em situações limite.  Os eucaliptos e sua vastidão…. Andrew Knoll é natural de Lages. Dramaturgo, ator e diretor, atuando junto ao Núcleo de Dramaturgia SESI/PR desde sua formação. Recebeu diversos prêmios por seus trabalhos no Teatro e no Cinema. Seu texto FATIA DE GUERRA, foi apresentado em 2011 (entre outras poucas obras brasileiras) no Festival EUROPALIA (Bruxelas) em 2012 recebeu montagem pela Club Noir, em sua sede, em SP, na Mostra Brasileira de Dramaturgia Contemporânea.
Participação GRATUITA

capa evento
08/12 – sábado – 20h30
lançamento do livro “A Inquieta Poética da Busca” de Jonata Gonçalves
Sinopse: Fruto de sua dissertação de mestrado, Jonata  lança o livro que conta a trajetória de 25 anos da Téspis Cia. de Teatro e pensa sobre o corpo dramatúrgico que a Cia. criou nesse período. Analisa também a relação do grupo com a Periplo Compañia Teatral (B.As – Argentina) e o processo de construção do espetáculo “Esse Corpo Meu?”.
Participação GRATUITA, o livro estará à venda no local por R$ 20,00.


Ocupação dezembro Expressão.png
08 e 09/12 – sábado e domingo – das 14h às 18h

Projeto Ocupação Itajaí Criativa
workshop Expressão Corporal com Denise da Luz
Sinopse: O trabalho do ator abrange várias zonas de trabalho: montagem de espetáculos, embasamento teórico, pesquisa, treinamento. O treinamento é a parte do trabalho do ator que desenvolve princípios que ele deve exercitar cotidianamente para estar pleno para um processo criativo. Este trabalho compreende algumas exercitações que visam trabalhar circulação energética para que ele possa desenvolver uma energia extra – cotidiana , necessária à cena. Sendo assim a oficina propõe alguns exercícios corporais e vocais, os quais o ator deve se apropriar no sentido de desenvolver ferramentas para a elaboração de seu trabalho.

Para se inscrever é necessário enviar um email para itajaicriativa@gmail.com.br informando o nome completo e um telefone de contato.
Participação GRATUITA

orgasmo bege.jpg
14/12 – sexta – 19h30
Projeto CORES
Abertura da Exposição “Orgasmo Bege” de Sarah Uriarte
Sinopse: Orgasmo bege é a reapresentação de um trabalho de 2013, que surge enquanto exercício na graduação em fotografia. O ponto de partida é a investigação da linguagem fotográfica a partir de aspectos técnicos como a pouca saturação, o baixo contraste e o autorretrato, e poéticos como a necessidade de estabelecer uma relação íntima com a câmera. Pensado especificamente para o registro, Orgasmo bege não pretende ser uma performance com audiência presente no momento da execução, e sim que a câmera atue como um dispositivo capaz de adentrar os espaços privados mais íntimos como o banheiro, o corpo e as relações com sexualidade, e levá-los ao espaço público, discutindo o uso da fotografia em nossas vidas cotidianas. Assim, a câmera passa a me acompanhar em diferentes espaços e a ser propulsora de questionamentos e tensões entre a fotografia e a performance, os espaços públicos e privados, os corpos públicos e privados. Uma tentativa de criar intimidades: com a câmera e a linguagem fotográfica em si, e com meu próprio corpo e seus processos.
Participação GRATUITA

berlim-_-fotografia-denis-natan-02
14/12 – sexta – 20h30
Projeto CORES
Espetáculo “Berlim – dois corpos à procura” da Karma Cia. de Teatro
Sinopse: Dois corpos à procura de um lugar. Na busca pela felicidade sufocada por entre muros, paredes que aprisionam ou ruas de Berlim. Dois corpos à procura de aceitação. Viver a tragédia diária de ser o que é. Falar, gritar. Fugir. Dois corpos desejados. Dois corpos desejantes. Chegar a Berlim e dançar o inevitável jeito de ser. O que você quer de Berlim?
Participação GRATUITA

FB_IMG_1542633426674
15/12 – sábado – 14h30

Projeto CORES
Performance “Manobra de Heimlinch” de Osmar Domingos
Sinopse: Manobra de Heimlich é um procedimento pré-hospitalar usado para desobstruir vias aéreas de vítimas de engasgamento. Essa versão em performance da manobra é uma tentativa, por meio de fragmentos que colocam em diálogo violência e afeto, de desengasgar o fato de que para que a agressão cesse é preciso que sejamos vistos não como objetos que causam mal à famílias, mas como frutos e agentes das nossas próprias famílias, como sujeitos com história, memória, desejos, frustrações. Se a palavra empatia já é tida como específica de um vocabulário comunista, é preciso que se diga de outra forma: está na outra de abrir os olhos, olhar para si, olhar em volta, para o outro, que não é outra coisa senão um eu separado, um eu dele, e ver o mundo como ele é.
Participação GRATUITA

15/12 – sábado – 17h
Projeto CORES
Diálogos Insurgentes
Sinopse:  Espaço de diálogo entre artistas e comunidade a partir de elementos disparadores que norteiam seus processos de criação. Participação de Pietra Garcia, Sarah Uriarte, Leandro Cardoso, Mauro Filho e Osmar Domingos.
Participação GRATUITA

15493700_1222716097806702_5996474814272246508_o
15/12 – sábado – 20h
Projeto CORES
Mexe comigo que eu não danço só. Mix da resistência de Hedra Rockenbach
Sinopse: No fim do projeto CORES, Hedra Rockenbach coloca todo mundo pra dançar, um mix de resistência, luta e celebração aos corpos.
Participação GRATUITA

bento
21/12 – sexta – 20h30

Lançamento do livro “Quando Chove Felicidade” de Bento Nascimento
Sinopse: Lançamento de uma nova coletânea de poemas do poeta itajaiense, Bento Nascimento. Conhecido por sua linguagem pop e irreverente, seus poemas criam imagens surpreendentes, divertidas e irreverentes. No dia do lançamento haverá performance com a Téspis Cia. de Teatro.
Participação GRATUITA, o livro estará à venda no local por R$ 20,00.

 

__________________________
A Itajaí Criativa – residência artística é um espaço de arte e cultura privado que conta com patrocínio para sua manutenção da PROCAVE Empreendimentos Imobiliários.

O projeto Ocupação Itajaí Criativa é realizado com patrocínio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, Prefeitura de Itajaí e Fundação Cultural de Itajaí e renúncia fiscal da UNIMED – Litoral.

Programação de novembro na Itajaí Criativa é completamente GRATUITA

A programação de novembro da Itajaí Criativa – residência artística já está disponível para você colocar na agenda e participar. Neste mês, todas as atrações são gratuitas!

Fique ligado, convide os amigos e venha participar:

dias 10 e 11 (sábado e domingo)
das 14h às 18h
Workshop de Atuação
dentro do projeto Ocupação Itajaí Criativa
indicado para atores e estudantes de teatro, interessados em diversas técnicas
Gratuito – Inscrição através do email itajaicriativa@gmail.com, indicando nome completo e telefone

Ocupação novembro Atuação

O workshop será divido em duas etapas, sendo a primeira voltada a exercitações psicofísicas (relação e reconhecimento corporal individual, relação entre os participantes e relação com o espaço) e a segunda focada no levantamento de material criativo. Os participantes experimentarão esses dois aspectos do trabalho de atuação e tentarão aplica-los na construção de uma cena coletiva.

_______________
dia 23
 (sexta)

20h
Leitura encenada de “A Filha da…”
de Carlos Eduardo Silva (Fpolis, SC)
indicado para maiores de 16 anos
ingresso distribuídos 01h antes do início , no local

Ocupação novembro Leitura

Traga sua garrafa de vinho e venha participar de bate papo sobre dramaturgia logo após a leitura do premiado texto “A Filha da…” de Carlos Eduardo Silva. Vencedor do prêmio nacional de dramaturgia da Funarte, o texto conta uma história cheia de reviravoltas envolvendo eleições, malas de dinheiro, assassinatos e uma mulher fascinada por Lady Day.

_________________________________
dias 24 e 25
 (sábado e domingo)

das 14h às 18h
Workshop de Ação Vocal
dentro do projeto Ocupação Itajaí Criativa
indicado para atores e estudantes de teatro, interessados em diversas técnicas
Gratuito – Inscrição através do email itajaicriativa@gmail.com, indicando nome completo e telefone

Ocupação novembro VOZ

Este workshop busca oferecer aos participantes ferramentas para desenvolver a expressividade vocal para o teatro. Através de exercícios, os participantes irão entender a fala não somente como emissora de significados, mas também como força propulsora de signos polissêmicos e criadora de atmosferas. Durante o processo, os participantes trabalharão com textos teatrais e também não teatrais, buscando encontrar ações corporais que potencializem a utilização da palavra.

_________________________________
dias 24
e 25
 (sábado e domingo)

20h
Espetáculo “Índice22”
da Téspis Cia. de Teatro
indicado para maiores de 16 anos
ingressos distribuídos 01h antes do início, no local

Ocupação novembro indice

O que nos define como pessoas? As experiências que nos acontecem no momento presente ou as memórias que acontecem após o acontecimento? Em um mundo cheio de imagens e cenários possíveis, necessitamos que algo nos aconteça para termos a impressão de estarmos vivos. Em mundo cada vez mais “espetacular”, até que ponto somos capazes de fazer do nosso sofrimento e do sofrimento alheio um show em busca de views e likes. Se a popularidade é a medida para nossas vidas, por quanto tempo será possível manter-se vivo?

Téspis estreia“Índice 22”em comemoração aos 30 anos de carreira da atriz Denise da Luz

Téspis estreia“Índice 22”em comemoração aos 30 anos de carreira da atriz Denise da Luz

Texto autoral da companhia reflete a espetacularização do cotidiano, será montado em Itajaí e será lido em Encontro Internacional de Dramaturgia

Comemorando os 30 anos de carreira da atriz itajaiense Denise da Luz, a Téspis Cia de Teatro estreia em agosto o espetáculo intitulado Índice22. A obra foi escrita por Max Reinert, também integrante da companhia. No solo, a atriz interpreta uma personagem que reflete a espetacularização da violência em nosso cotidiano através das relações sociais. A temporada de estreia será em Itajaí nos dias 18, 19, 25 e 26 de agosto e 08, 09, 15 e 16 de setembro na Itajaí Criativa – residência artística, às 20h. Os ingressos custam R$10 (meia-entrada) e podem ser adquiridos antecipadamente no site EnjoyEvents.

Escrito e dirigido por Max Reinert, Índice22 apresenta uma narrativa fragmentada, bastante comum em tempos de mídias sociais, instigando a plateia a pensar sobre os comportamentos que expõe nossa vida no mundo virtual. Neste ano o texto é um dos representantes do Brasil no EDIE – Encontro Internacional de Dramaturgia Emergente, através de leituras encenadas em três países da América Latina, essas leituras serão feitas por artistas de cada país.

Apresentamos no espetáculo uma expansão do corpo da atriz utilizando experiências com luz, vídeo, som e interatividade, recursos que nós da Téspis Cia de Teatro temos investigado em nossos últimos trabalhos”, comenta o diretor. A apresentação é indicada para maiores de 16 anos.

A montagem do espetáculo é realizada por meio da Lei de Incentivo à Cultura, Fundação Cultural de Itajaí e Prefeitura de Itajaí, com renúncia fiscal da Brasfrigo e com apoio da Barbieri Litoral. A manutenção da Itajaí Criativa – residência artística é patrocinada pela PROCAVE – Empreendimentos e Incorporações.

foto by Leonam Nagel

Denise da Luz: 30 anos de amor ao Teatro

Denise da Luz, 51 anos, é uma personalidade do cenário itajaiense de teatro, um dos mais pulsantes de Santa Catarina. Começou a carreira em 1988 e desde então participou de mais de 30 espetáculos com distintas linguagens, atuando como atriz, diretora, adaptadora, figurinista e dramaturga. Junto com Max Reinert, fundou em 1993 a Téspis Cia de Teatro. Denise já ocupou importantes cargos públicos, entre eles diretora do Teatro Municipal de Itajaí (2009 a 2011), coordenadora geral do Festival Brasileiro de Teatro Toni Cunha (2011) e da Mostra Internacional de Teatro de Grupo (2001 a 2004).

Como atriz, alguns de seus papeis mais marcantes foram representados em Medéia (na adaptação em forma de monólogo do texto original de Eurípedes), Helena (no premiado Bodas…um ato cotidiano) ou ainda como Rosa (na versão teatral do livro O Pequeno Planeta Perdido de Ziraldo). Como diretora, realizou Pequeno Inventário de Impropriedades, premiado espetáculo da Téspis, e coordenou, entre outras experiências, a Cia. de Atores e o Grupo Teatral Ogrupo. Hoje é coordenadora pedagógica da Téspis Cia de Teatro, com a qual está em cartaz com três espetáculos, coordenou o projeto Reciclando com Arte, vencedor do edital Petrobras Socioambiental – Comunidades (2104), e orienta o GET – Grupo de Estudos Teatrais e o Laboratório Cena Contemporânea.

foto by Leonam Nagel

Entrevista pocket com Denise da Luz

Camila Gonçalves – Você é uma artista completa, trabalhando em diferentes frentes como atriz, diretora, adaptadora, figurinista e também dramaturga. Qual sua função preferida no teatro e por quê?
Denise da Luz – Na realidade o que eu gosto mesmo é de fazer teatro, não importa qual o trabalho que eu precise executar para isso. Como sou de uma geração e de uma cidade que tem a cultura do teatro de grupo, acabei acumulando e desenvolvendo várias funções que no início me dava a impressão de excesso de trabalho, mas hoje vejo como algo fundamental para a formação de um artista. Eu me realizo muito quando estou em cena, exercendo a função de atriz. Porém, a possibilidade de transitar por essas diversas frentes, me possibilita ver o trabalho da atuação de uma maneira mais complexa.

CG – Sua carreira em apenas uma frase.
DL – O teatro para mim é necessário para que eu me perceba como alguém no mundo.

CG – São 30 anos trabalhando com Teatro em Itajaí. De lá pra cá, quais foram as principais mudanças que ocorreram e quais desafios se enfrenta diariamente?
DL – Desde a época em que comecei a atuar, o fazer teatral profissionalizou-se muito. Temos ainda muito para avançar, mas já temos uma ideia de política cultural mais clara. Os mecanismos de fomento para o desenvolvimento de projetos culturais já fazem parte de muitas das pautas governamentais; sobretudo na criação de leis de incentivo através de renúncias fiscais.Sem contar que hoje, por conta do próprio avanço tecnológico, temos muito mais acesso as informações e consequentemente à formação na área artística, sendo através de ensino formal ou não.Uma questão que ainda me intriga e que nesses 30 anos de trajetória parece ser sempre uma incógnita, é de como podemos atrair o público, que precisa ser sempre e novamente conquistado.

foto by Leonam Nagel

SINOPSE ÍNDICE 22

O que nos define como pessoas? As experiências que nos acontecem no momento presente ou as memórias que acontecem após o acontecimento? Em um mundo cheio de imagens e cenários possíveis, necessitamos que algo nos aconteça para termos a impressão de estarmos vivos. Em mundo cada vez mais “espetacular”, até que ponto somos capazes de fazer do nosso sofrimento e do sofrimento alheio um show em busca de views e likes. Se a popularidade é a medida para nossas vidas, por quanto tempo será possível manter-se vivo?

 

FICHA TÉCNICA

atuação e figurinos DENISE DA LUZ
dramaturgia, direção, cenário e iluminação MAX REINERT
interlocução artística JULIANA GALDINO
interlocução artística e ambientação sonora HEDRA ROCKENBACH
fotografia e assessoria técnica LEONAM NAGEL
projeções ÂMBAR AUDIOVISUAL
design gráfico DANIEL OLIVETTO
assessoria de comunicação CAMILA GONÇALVES
operação técnica: SABRINA FRANCEZ
produção executiva: TÉSPIS CIA. DE TEATRO

foto by Leonam Nagel

Mais informações:

Denise da Luz (47) 9 9990-1516
Atriz e produtora da Téspis Cia de Teatro